Ensino Médio terá Disciplinas Optativas

Categorias: Brasil - Educação - Ensino Médio

Reforma do Ensino Médio pode criar Disciplinas Optativas para os alunos.

A proposta para reformulação do ensino médio no estado de São Paulo será discutida ainda no segundo semestre de 2016, no Conselho Estadual de Educação (CEE), e propõe modificar os segundos e terceiros anos do ensino médio, com a inclusão de disciplinas optativas para os alunos. A ideia surgiu a partir do modelo da escola integral já existente em várias escolas do estado, onde os alunos cursam as disciplinas da grade fixa e podem escolher algumas que sentem mais afinidade. A motivação do modelo que está sendo proposto é o futuro da educação no país, pois atualmente o interesse dos estudantes está bastante reduzido e se houver a possibilidade de escolherem as disciplinas que lhes interessam, o rendimento deve aumentar.



As disciplinas que serão ofertadas, ainda não foram divulgadas, mas até então sabe-se que serão incluidas matérias que até então raramente são ensinadas nas escolas públicas, como o teatro. A mudança ocorrerá apenas para os alunos do últimos anos do ensino médio, o primeiro ano continuará com a grade do núcleo comum. No que diz respeito aos segundos e terceiros anos, tudo indica que a maior parte das disciplinas que irão cursar serão de escolha própria, para que possam moldar a grade conforme a carreira que desejam seguir futuramente.

Se a proposta for aceita, será a maior mudança da rede estadual de ensino no país, porém, ainda não existe número definido de escolas que irão fazer parte do programa. A inclusão será aos poucos, conforme a adesão das escolas, para que não ocorram problemas de grande proporção, pois em menor número será mais fácil fazer alguns ajustes no projeto caso seja necessário. Uma das preocupações dos alunos em relação ao novo modelo é a falta de professores que atualmente tem sido um problema em muitas escolas do estado e para que o ensino médio com optativas funcione, este desfalque precisará ser resolvido.

O Secretário de Educação de São Paulo, Herman Voorwald, mencionou que esta é a oportunidade de desenvolver a capacidade de tomada de decisão e escolha dos jovens, tornando o aluno protagonista da sua carreira, será a melhor forma de trazê-los para a escola e incentivar a aprendizagem.



Fabiana da Rosa.



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *